Publicidade

Patrocínio Post

terça-feira, 23 de junho de 2015

Questão: Pode o casal tomar banho juntos? [Tire sua dúvida]









"A mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo, e sim o marido; e também, semelhantemente, o marido não tem poder sobre o seu próprio corpo, e sim a mulher." (1 Coríntios 7.4)












Quando o homem se casa com a sua mulher ambos se tornam uma só carne e o corpo de um pertence ao outro. Ninguém é melhor do que ninguém, apenas os dois se completam oferecendo o melhor de si para o outro. A união matrimonial quebra todas as barreiras e a vergonha do corpo passa a não existir mais, pois são uma só carne. Ter momentos onde ambos tomam banhos juntos não é condenado na Bíblia e sim é algo que pode unir o casal cada vez mais. A questão é que não se pode fazer isso obrigando o outro. Sem o consentimento do outro essa prática torna-se abominável. Agora se ambos decidem tomar banho juntos não há nada de errado porque o corpo pertence a ambos.



















A vida conjugal está baseada na intimidade do homem e da mulher. Não existe casamento que suporte as tentações, as situações difíceis e as perseguições sem o poder da intimidade de ambos. Ora, se não estiverem em total unidade é certo que haverá divisão e o maligno agirá para destruir a união amorosa. Tomar banho juntos é um ato de carinho para aqueles que gostam de tal prática. O que não pode é ultrapassar os limites do gosto do outro. Tudo dentro da relação deve ser feito com espontaneidade. 
















O dia em que outra coisa fora do relacionamento conjugal estiver interferindo, o casal deixa de viver em intimidade. O contato físico é necessário entre ambos. Ninguém pode ditar regras quando o assunto é intimidade dentro do matrimônio. Os anos se passam e o casal que não procura manter a caricia para com o outro acabará perdendo a essência do amor. A intenção de Deus é ver o casal sendo realizado. Quando o homem se torna para a mulher há o que a Bíblia chama de "uma só carne". Se o marido ou a esposa não trazer o que o outro necessita quem mais vai trazer? Reflita!












Conselheiro do Amor: Natanael Genoel

Nenhum comentário:

Postar um comentário